quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Corrida de bar em bar

Frase do dia:
"Era um homem sábio, aquele que inventou a cerveja!!!" (Platão)


E não é que essa corrida de bar em bar vai der certo!!!! Desculpa Lulinha, mas é a despedida do fim do ano...
A prévia neste último domingo foi uma festa etílica. Com os amigos cervejeiros Flávio Maia, Paulo Sampaio e Marcos Gelinho, fizemos o percurso por 9 bares dando um total de 12 kms e umas 20 cervejas, ou mais, não lembro ao certo...
Ainda não tem uma data definida (o mês será dezembro) e temos que colocar mais 1 bar no percurso(9 é número ímpar e dá azar), no entanto algumas regras já estão definidas e foram testadas por nós neste domingo:
1- Cada dupla terá que tomar uma garrafa de cerveja(600 ml). Se sobrar 1 dedo será desclassificado...
2- Os participantes não poderão se sentar. Tem que beber em pé
3- Não pode beber água em nenhuma parte da corrida
4- Não pode vomitar
5- Quando chegar no destino final tem que fazer um 4 perfeito
Aceitamos sugestões dos amigos...


Com a volta de Ésio, Almir, Émerson, Jacqueline, Juliana, Bagetti e outros amigos que gostam do "ramo cervejal", formaremos as duplas e definiremos o regulamento.
Ah se Tinil morasse aqui!!!! Eu apostaria até com o recordista mundial...


Como foi a prévia?
Fizemos uma volta de aquecimento no parque da jaqueira e paramos no primeiro bar:

1º BAR- Picanha do Futuro
Desde 1990 no mercado, a Picanha do Futuro é um tradicional restaurante da Zona Norte da cidade, especializado em carnes na brasa. O ambiente é amplo, agradável e funciona em localização privilegiada, próximo ao Parque da Jaqueira. A Picanha do Futuro é o lugar ideal para aproveitar com os amigos, ouvir uma boa música ambiente, tomar uma cervejinha gelada e saborear carnes de primeira.




2° BAR - O Vagão
É um dos mais antigos bares da região, fundado há mais de quinze anos. A decoração faz o cliente se sentir dentro de um vagão de trem.É nos dias de jogos de futebol que a casa fica mais cheia e o dono tem bom gosto e torce pelo Náutico.




3° BAR - Mercado da Encruzilhada
Bar O Bragantino
O Mercado da Encruzilhada foi inaugurado em 1950. Nos seus 195 boxes podem ser encontrados diversos artigos, desde gêneros alimentícios, passando por utilitários, a artesanato em palha. Lá, pode-se encontrar artigos de armarinho, gaiolas, aquários, ração para animais até tabacarias, sapateiros, bares e ainda uma praça de alimentação.


Os boêmios recifenses de plantão não recusam por nada a degustação do prato que é quase considerado como se fosse o "arroz e feijão do Brasil". Seu Manoel, como é mais reconhecido pelos frequentadores do seu bar, O Bragantino, não conta o segredo do seu bolinho nem por uma nota de 100 reais...



4º BAR - Bar do Tonhão

Desde 2002, o Bar do Tonhão é um dos estabelecimentos do ramo mais badalados da Zona Norte do Recife. Localizada no bairro do Rosarinho, a casa possui ambiente descontraído, ideal para o encontro de amigos.

A casa trabalha com a culinária regional e oferece em seu cardápio diversidade em petiscos. Entre os principais pratos servidos estão o arrumadinho de charque, a galinha de cabidela e o chambaril.


5° BAR - Posto Shell da Rosa e Silva


Esse foi escolhido por fazer parte dos momentos pós-longões da Acorja.


6º BAR - Fiteiro

O bar tem uma temática com placas de frases de efeito como "Aqui não pode entrar bêbado, somente sair" e sempre diverte o público. Além disso, conta com uma radiola de ficha, fixada na parede, que permite aos clientes escolherem a músicas preferidas.


7º BAR - Mercado da Madalena
Confraria dos Chifrudos

O Mercado da Madalena foi construído no ano de 1925 e recebeu no início o nome de Mercado Bacurau, por funcionar à noite. O Mercado, hoje, conta com 180 boxes, que comercializam gêneros alimentícios e utilitários, até mesmo a prestação de alguns serviços como barbearia, costura e sapateiro. É também ao lado do mercado que acontece a tradicional feira de passarinhos, autorizada e regulamentada pelo Ibama em 1997. Entre as iguarias oferecidas, pratos regionais como munguzá, tapioca, cuscuz, sarapatel, galinha de cabidela e buchada. Aberto de segunda a sábado das 5h30 às 17h30, e aos domingos das 5h30 às 13h.




Conversas sobre traições e adultérios deram origem ao bar Confraria dos Chifrudos, no mercado público da Madalena, um dos mais freqüentados da cidade do Recife-PE. O proprietário do estabelecimento, o senhor Fernando Correia, nos conta como tudo começou: Segundo Correia, tudo começou com um quiosque para vender bolo de bacia e caldo de cana, que depois evoluiu para uma rabada e terminou virando um bar. Brincadeira vai, brincadeira vem, e todos chamavam-se de cornos. Mutuamente, sem brigas, só de brincadeira e anarquia.

O bar não tinha nome, colocaram boteco dos Cornos. Mas Correa achou o nome pesado. Temia afugentar a clientela, mudou para Confraria dos Chifrudos, onde há um sino na parede, com a convocação “Quem não for corno seja bem-vindo. Quem for, toque o sino”. A brincadeira continua: “Corno é assim, tudo que vê, quer ler.”



8º BAR - Drive in Derby

Fundado em 1954, aqui já foi point da juventude nos anos setenta e até hoje é bem frequentado pelos Recifenses.

9º BAR - Aconchego do Matuto


O Bar e Restaurante Aconchego do Matuto foi fundado no dia 8 de novembro de 1995, e como a vida do sertanejo, surgiu de uma dificuldade pela qual passava a família Pereira Moraes.
Silvana e Lulinha, com a garra do povo do sertão correndo nas veias, arregaçaram as mangas e foram à luta.
No início contaram apenas com um fogão de duas bocas, duas grades de cerveja e uma de refrigerante, mas essas dificuldades foram vencidas devido ao tempero maravilhoso que Silvana  colocava nas preparações dos pratos.
O boato de quem tinha comida das boas com gosto da cozinha da casa e uma pitada do tempero de mãe logo se espalhou entre os interioranos vindos de todas as partes de imenso Pernambuco.
O público mais fiel, no início, era da Casa do Estudante do Nordeste, e claro de alguns amigos do casal que queriam matar as saudades de “casa” com um degustando um excelente comida regional.
A fama do bar foi aumentando cada vez mais entre os “matutos” e não podia mais continuar embaixo dos “Condenados” como é conhecido o Residencial Dom Bosco, que fica no Bairro da Boa Vista, Centro do Recife, antigo endereço do Aconchego do Matuto.
E como o homem do sertão não foge a luta o casal Silvana a Lulinha partiram para a ampliação do empreendimento para que pudessem atender seus clientes da melhor maneira possível.
E hoje o Bar e Aconchego do Matuto funciona na Rua Lins Petit 273, Ilha do Leite.
A casa cresceu e hoje conta com mais 40 funcionários.
E pode ter certeza que ao entrar no bar você encontra o verdadeiro aconchego e a cada prato pedido se embriaga na alquimia perfeita dos temperos de Silvana.
E Silvana tem tanta fama de boa cozinha que foi alvo da Pegadinha do Mução, programa de humor da rádio Estação Sat, e a devido a audiência no dia que a pegadinha foi ao ar o Aconchego do Matuto teve um crescimento em sua clientela em mais de 40%.
Isso é que é uma mulher arretada da gota serena!

21 comentários:

  1. A D O R E I!!!! Apesar de não ser uma grande bebedora de cerveja, não vou refugar.. Jamais!!! Podem contar com meu empenho!! kkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Tem regra ou limitação para a tradicional urinada cervejística??

    ResponderExcluir
  3. Gostei do roteiro. No fiteiro, acrescentaria a obrigatoriedade da dupla dar uma palinha na radiola.

    ResponderExcluir
  4. Mari Sereia Baleias Recife27 de outubro de 2011 08:50

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk..........esse caniço não tem mais o que inventar, não sou muito fã de bebida alcoólica mas gostei da brincadeira e do percurso, agora fazer esse 4 perfeito depois de 10 paradas com 10 cervejas na cabeça......ui......(digo 10 pois quem for meu par vai tomar tudo....hehehe)........vou convidar Nandinha, ela me mata.......kkkkkkkk.......

    bjão Caniço.......

    ResponderExcluir
  5. Otima postagem e como grande corredores ja fizeram um longão para não fazer feio no dia,só alguns detalhes, olhando as fotos houve uma desistencia, o que aconteceu com o rapaz de branco !!! e a partir do 8º bar ,rapaz !!! o olhar da galera ja tava alterado kkkk , tava querendo correr em pernambuco ,mudei de idéia agora eu quero é morar ai !!!!

    ResponderExcluir
  6. A D O R E I e também quero participar...

    Dá lhe vitamina C....erveja.kkkkkk

    Bjks

    ResponderExcluir
  7. também achei que a partir do 8º bar, os competidors começaram a sentir os efeitos do desafio! kkkkkkkkkk

    gostei demais desse negócio de ter que fazer um quatro no final! kkkkkkkkk
    mas depois dessa regra tá mais fácil ser selecionado pra BR135 que conseguir essa medalha! kkkkkkkkk
    tem que treinar até a resistência à vitamina C... que Meire mencionou! kkkkkkkkkk

    ideia genial, Júlio!
    essa corrida vai pegar!
    vai virar tradição!

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Uma outra duvida depois que bebe voce sai correndo e não paga ?
    a regra de fazer o quatro vale com os dedos da mão ?
    pode levar sache gel de torresminho pra acompanhar ?
    esta é a melhor ....O chip é descartavel ou o cara vai ter que tirar do tenis e devolver , (isto se não cair de cara no chão)
    o kit pos prova vem engov ?

    ResponderExcluir
  9. ---------\\\\|/---------
    --------(@@)-------
    --ooO--(_)--Ooo--
    Júlio no dia 17 DEZ 2011 aqui no Rio terá a corrida Drunks venha participar conosco...Acesse: http://corridadrunks.com.br/

    Boas corridas,

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir
  10. TINIL MANGUAÇA e BALEIAS28 de outubro de 2011 04:46

    Prezado Amigão Júlio,

    Que inveja! Se eu pudesse escolher uma corrida perfeita esta ganharia disparado.

    Há uma corrida parecida com esta no Rio chamada de corrida dos bebuns(acho que chama Drunk Run) e todo ano sou convidado mas pela logística(grana) fica complicado aparecer.

    Quando estudei em São Carlos no mestrado(1987) participei de uma que se chamava MARATOMA. A equipe tinha 03 homens e obrigatoriamente 01 mulher. Passávamos por 10 bares, tínhamos que tomar 02 garrafas de cerveja em cada um , não podíamos ir ao banheiro e nem vomitar. Lembro que ganhamos a prova pois escolhemos uma garota que bebia todas. No final cheguei carregando um colega e a garota chegou carregada pelo outro parceiro.Percorremos aproximadamente 10km. Não havia medalha. O prêmio foi uuma caixa(24 garrafas) de SKOL.

    Amigão, me avise quando estiver tudo acertado. Farei qualquer sacrifício para pareticipar desta que seria a mais importante prova do ano. Não há MAJORS que ganhe desta.Além do mais, nesta eu não precisaria me preocupar com os joelhos!

    Bem, é isto. Estou embarcando para NY na terça-feira cheio de dúvidas. Além do menisco do joelho esquerdo apareceu uma contratura na coxa da perna direita.Bem, infiltração é para isto mesmo.Paulo Picanha que o diga. Seja o que Deus quiser. O que eu não posso é ficar fora da festa.

    Abração em você e em todos os amigos BEBUNS PERNAMBUCANOS!

    ResponderExcluir
  11. Pessoal,
    O reconhecimento do percurso já foi uma festa, imaginem o dia da prova. 
    Sou o cara que teve que sair no oitavo bar. Tinha um compromisso. Só destaco que por mim era uma meia maratona com 21 paradas. 
    Abraços,
    Marcos. 
    p.s.: 
    o posto da Rosa e Silva é Esso e não Shell. 

    ResponderExcluir
  12. Tá pintando Baleias nessa prova! Liderados por Zilda, a esposa de Wu que nos intimou a participar. Esse Mundo Baleias é mesmo surpreendente. Teremos no mínimo três duplas! Parece que esse 2011 vai ser do mesmo naipe de 2011, recusando-se a acabar!! Como diria meu amigo, meu parceiro e luz das minhas corridas (para não falar da vida que fica chato): "o que você quer que eu faça?" Torcemos pelo final de semana do 10/11 de dezembro. Miguel Delgado. PS. Wu disse que escreveu aqui mas não vi nada. Ele não desistiu, no feriado reservamos a tarde toda para ele tentar de novo.

    ResponderExcluir
  13. OOO seu caniço???
    Qd vai ser essa prova??? quero ir que sohhhhhhhhh
    Bjs
    Geovanna

    ResponderExcluir
  14. Tinil,sou sua fã...Detone em NY e depois venha pra cá!!!Essa é com certeza a prova mais esperada do ano!!!Ju Job.

    ResponderExcluir
  15. Julinho concordo contigo, o que você acha de incluir o mercado da Boa Vista? Vamos marcar reunião da diretoria para ajustes e cervejinha. kkkkk.

    Forte abraço e saudações alvirrubras!

    Flávio Maia

    ResponderExcluir
  16. Kkkkk, completamente kitigais nordestinos! Vcs precisam participar da maratona do vinho na França! Rsrsrsrs.

    ResponderExcluir
  17. Rapaz!
    Não vou perder essa. Desculpe-me outros corredores, mas é fim de ano e vale apena confraternizar diferente. Tô "dento" e levarei parceiros...
    Abraços

    ResponderExcluir
  18. Rapaz, vai ter a edição 2016?
    tô procurando pra fazer a inscrição mas não tô achando

    ResponderExcluir
  19. Gregorio Lavandoski9 de maio de 2017 11:47

    Heta corrida MALUCA, Valeu a viagem e as amizades. Saímos do Rio Grande do Sul, numa excelente viagem de carro. Foram 3.000 km para participar desta corrida e estar junto de amigos, com muita festa.Clima perfeito, recepção melhor ainda e regado a muito suor e cerveja, para chegar na final e ter uma super festa com direito a música e descontração...e cerveja. Inscrição para 2017, aguardando apenas data. SHOW

    ResponderExcluir