sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Maratona do Deserto do Atacama 2012

Frase do dia:
 A verdadeira medida de um homem não é como ele se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas como ele se mantém em tempos de controvérsia e desafio. (Martin Luther King Jr.)

Nada como estrear o ano de 2012 das corridas com o pé direito. Apesar de um início de ano desastroso do lado pessoal em que tive uma grande perda e tive que suportar uma enorme tristeza, segui o curso da vida e fiz a minha primeira corrida do ano de 2012.

Talvez pelo fato de ser uma maratona diferente de tudo que eu tinha feito até agora, de ser no deserto mais árido do mundo, de correr numa altitude de 2600 metros acima do nível do mar, de fazer um monte de amigos novos, e ainda disputar com o amigo Paulo red bull Sampaio, aceitei esse novo desafio sem pestanejar.

A maratona começou mesmo na viagem de ida. Recife-Campinas, dormi em São Paulo e depois São Paulo-Montevideo, Montevideo-Santiago, Santiago-Calama e ônibus de Calama até San Pedro de Atacama. O cansaço bateu forte e juntou com uma dor de cabeça forte, que depois descobri ser por causa da altitude.
Mas todo maratonista é muito forte e tem que se adequar às condições de cada lugar.
Ficamos com a sexta e o sábado para passear, conhecer os lindos lugares de San Pedro (indico a todos), se adaptar a altitude, descansar um pouquinho e esperar ansioso pela corrida.
Umas fotos antes da guerra:








Correndo com Amorim na altitude de 4172 metros



Reconhecendo o percurso no vale da morte
Arriscando a vida com Chris (ainda bem que perdi as 187 gramas que tinha ganho em 2011). A pedra não cedeu...





A concentração de sal nestas lagoas é tão grande que os corpos não afundam. Quem entra ali flutua como no Mar Morto.
Salar de Atacama

Com os amigos de Uberlândia


amigos antes da guerra

Com os novos amigos Ralph e Raquel

Eduardo e Bianca de Vitória-ES

Depois da festa antes da corrida, agora é colocar sebo nas canelas finas e partir para o desconhecido...
Nunca antes tinha participado de uma prova em que não sabia nada do que tinha pela frente. Só sabia que ia ser muito difícil. Fazer o que então???? Correr. Simplesmente colocar um pé na frente do outro e torcer, rezar, pedir a Deus pra concluir bem os 42 kms...
Quando largamos não estava sentindo os efeitos da altitude e forcei o início e no único trecho de asfalto fiz 5 kms em 24 minutos. 
As belíssimas paisagens do percurso, deixaram para trás a altitude e Paulo red bull. Batia de novo em mim aquela vontade de correr e superar mais um desafio. Sabia que iria entrar pra história dessa corrida inaugural e queria muito também ficar bem colocado.
As paisagens tentavam mas não conseguiam tirar o meu fôlego e eu estava muito bem até encontrar aquela duna. Nunca esquecerei de ti, maldita montanha de areia fofa...

Quase chorei de dor pelo esforço sobre humano que fiz pra subir aquela montanha. Lembrava a todo instante de 2 personagens em que um animava e outro metia medo em mim.
1- O organizador da prova Kiko (parabéns pela organização e coragem de fazer uma prova dessas), que falou antes no congresso técnico que quem passasse a duna conseguiria terminar a corrida.
2- Amorim falava a todo instante naquele sotaque português; "Júlio caralho, deve morrer umas 3 pessoas nesta corrida, pois faz parte da estatística".
Depois de conseguir vencer a fera, fazia as contas, olhava pra trás pra ver se via Paulo de mãe(não via nem de binóculos) e forçava um pouco mais nos últimos 8 kms.


Um pouquinho antes da largada já erguia as mãos agradecendo a Deus por mais uma vitória na minha vida.
4 horas e 37 minutos de muito esforço e um 33 lugar na classificação geral masculina dos 110 que concluiram a excelente corrida do deserto do atacama.
Uma corrida que tem tudo pra dar certo pela organização e carinho feito pela equipe do Montain Do e que com certeza fará parte do calendário de provas de todo corredor que gosta de desafios.


Depois foi só comemoração com os amigos.

Com Nilson e João(2 lugar geral)

Com a minha chris

Com Eduardo - Vitória ES

Recebendo a medalha da lhama

Amigo Áureo Importante 
turma amiga de BH

Amorim e o troféu (custava 300 dólares)


P.S: GANHEI MAIS UMA VEZ, DE NOVO E NOVAMENTE DE PAULINHO RED BULL 

17 comentários:

  1. Que coisa linda!!! Parabéns por mais essa conquista. E 2012 esta apenas começando.

    Fabi =)

    ResponderExcluir
  2. Show hein Julio, parabéns cara, você é inspiração pra todos nós. Você já cogitou correr a Spartathlon?http://www.spartathlon.gr/the-race/race-road.html

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Julio pelo bonito que fizestes. Este ano te reserva muitas glórias e sucesso. Abração.
    Ivo Gomes de Oliveira.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela raça e destemor do desconhecido!!Parece difícil ,mas vc a tornou mais fácil.Mais uma para o já vasto currículo de corridas de longa distância!!Muita saúde!!Paulo Sobral!!

    ResponderExcluir
  5. Júlio,
    O lugar é lindo! Tenho a impressão que em 2013 essa maratona vai receber mais corredores.
    Parabéns pelo excelente tempo.
    Valeu!
    Gilmar

    ResponderExcluir
  6. Julio você é doidão e eu sou sua fã. Belíssimas imagens. Gilmar tem razão. Essa prova certamente estará no calendário de 2013. Parabéns por mais uma conquista. Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Hei Caniço, que prova linda hem....
    Parabéns pela prova... seu tempo foi ótimo
    diante de tantos obstaculos. Com certeza
    2013 estarei lá.... Adorei a foto dos dois "Salar de atacama".
    Bjks

    Meire/BH-MG

    ResponderExcluir
  8. TINIL MANGUAÇA E BALEIAS5 de fevereiro de 2012 08:39

    Prezado Amigão Irmão,

    Sei da dor que ainda está sentindo pela perda irrecuperável e como amigo estarei sempre contigo. Percebí pelo seu feito que estás recuperando bem. Espero que o mesmo esteja acontecendo com sua mãe e toda sua família.PARABÉNS pela conquista e por vencer todos os obstáculos(físicos e mentais). Lugar maravilhoso. Se eu conseguir me recuperar estarei lá em 2013.Abração.

    ResponderExcluir
  9. Fotos lindas lindas,lindas...o lugar é lindo Júlio!!!Parabéns pelo feito,não pensei que bateria Paulo dessa vez,mas cheguei a mais simples conclusão:Tem jeito nããããooo!!!Ju Job.

    ResponderExcluir
  10. Grande estilo, esta Maratona é D + , Parabéns Julinho, bom começo para 2012, VOCÊ nasceu para CORRER E CORRER Show !! A família Acorjeana ficou encantada com esta maratana e já elegeu o próximo desafio para 2013, com uma condição: Júlio Cordeiro será nosso embaixador no Deserto do Atacama.
    Aproveitamos a oportunidade para parabenizar todos os atletas que concluiram esta prova em especial; Paulo Gustavo e Marinês.
    Valeu campeões(as) !!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Júlio,

    O K42 de Bombinhas-SC é um desafio parecido com esse. O que muda são as paisagens: só praias.

    Parabéns por mais um desafio vencido!!!

    Bjos,
    Dani
    correndoemagrecendo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Parabéns, Júlio. Uma prova para marcar como INESQUECÍVEL !!!

    ResponderExcluir
  13. Caniço, você é fodaaaaaaaaaa!!!!! Ah par de "caneta maga" pra correr que só a "misera" !!!!
    Parabéns pela corrida, pelo relato, pelas fotos!!! Um abraço.

    ResponderExcluir
  14. As dificuldades parecem fáceis com esse seu relato. E que fotos sensacionais!! Para você ter entrado, aposto que aquela água era quente pra caramba. Sucesso ai nas empreitadas de 2012.

    ResponderExcluir
  15. terminei de ler o seu relato toda séria, só me lembrando da duna assustadora, mas esse P.S. no final me fez dar uma boa gargalhada! kkkkkkkkkkkkkkk

    já tinha ficado morrendo de vontade de fazer essa prova quando Marinês me falou sobre ela, agora é que a vontade me pegou de vez mesmo!

    parabéns, Júlio!

    bjs

    ResponderExcluir
  16. Júlio,
    Um dia quero correr que nem você!
    Abraços,
    Marcos Gelinho.

    ResponderExcluir
  17. Parabéns! Achei o máaaaaximo! Tava pesquisando sobre maratonas no google e tive a feliz surpresa de saber por ti que existe maratona no deserto do atacama. Tive lá faz 6 anos e digo até hoje que é o lugar mais lindo que conheci até então (minto... o passeio que se faz de lá para o Salar de Uyuni na Bolívia supera). Realmente foi um ato heróico teu. Por acaso, não existe meia maratona? Seria um prazer voltar naquele paraíso antes de realizar o meu sonho de correr Paris 2013.

    ResponderExcluir