quarta-feira, 17 de junho de 2015

Maratona de Porto Alegre 2015

Frase do dia:
Construí amigos, enfrentei derrotas, venci obstáculos, bati na porta da vida e disse-lhe: Não tenho medo de vivê-la. (Augusto Cury)

A maratona de Porto Alegre em 2009 foi a minha 6ª maratona e foi lá que consegui os índices da revista Contra Relógio e a obtenção do 1º diploma de maratonista também em 2009.

Depois emendei 2010/11/12, mas infelizmente não pude fazer os anos de 2013 e 2014.

Retornei esse ano e relembrei o quanto essa maratona é boa.
Não é a toa que é considerada pelos corredores a mais rápida e a mais organizada do Brasil.

Pelo gráfico abaixo se tem a certeza que essa corrida cresce a cada ano.
Do ano de 2009 com 985 que concluíram a maratona, esse ano quase que o dobro (1932) terminaram os 42.195 metros dessa corrida.

Essa foi a minha 5ª maratona aqui em Porto Alegre.

Meu tempo não oscilou tanto e fiquei muito feliz com o meu tempo e em conseguir garantir mais um diploma da revista e manter um resultado SUB 4 horas em todas as 5 edições.



ANO
TEMPO
CLASSIFICAÇÃO GERAL
CLASSIFICAÇÃO FX ETÁRIA
2009
03:33:50
342 de 985
60 de 167
2010
03:39:58
361 de 1348
62 de 201
2011
03:52:20
649 de 1436
113 de 226
2012
03:46:44
601 de 1415
122 de 249
2015
03:42:07
695 de 1932
100 de 244



Cheguei em POA 17 horas da sexta feira. No aeroporto já um diferencial desta maratona. A organização espera os maratonistas e levam direto para os hotéis ou para a retirada do kit. Tudo FREE. Porque as outras não copiam esse mimo???

Fui direto para a feira (fraca), retirei o kit e em seguida para o hotel na companhia dos Acorjianos Fred e Érica.
Saí para jantar e paguei o maior mico. Era o dia dos namorados e o restaurante que escolhi era pra pegar o prato da Boa Lembrança. Fiquei por mais de uma hora esperando sozinho e aqueles casais me olhando e imaginando que eu tinha levado um bolo da esposa. kkk
Tudo pela coleção. Comi rapidamente, levei o prato e fui dormir.
Acordei "morrendo" de diarréia. 
Com certeza não foi a comida do restaurante. Acho que foi uma virose, só sei que passei o dia todo do sábado trancado no hotel.

Descansei bastante, e acordei bem no domingo.
O tempo frio e sem chuvas davam um prenúncio de uma boa corrida para todos.
Os ônibus da organização estavam lá no Centro Histórico esperando os corredores que estavam próximos aquela área, na hora marcada às 5:45 até o local da largada.

A largada às 7 horas também ajudava para uma melhora do meu tempo, já que as últimas maratonas, estava chegando ao limite para conseguir fazer sub 4 horas.

E tudo isso se confirmou.
A barriga silenciou, o tempo permaneceu gostoso pra correr, o sol não deu as caras.

Tinha em torno de 60 corredores de Pernambuco. Uma verdadeira "invasão" da ACORJA.
Fiquei impressionado com a performance da maioria deles.
O nível tá muito alto. Parabéns a lenda Lula por mostrar a esses atletas novos o "gosto e o amor" pelas grandes distâncias.

Aqui antes da largada com Campelo, Alemão e Fred:



Aqui com o mestre Paulo Picanha, companheiro de dezenas de viagens pelo Brasil e pelo Mundo



Minha estratégia foi fazer uma boa primeira metade e administrar os outros 21 kms.
Corri alguns kms com Gilmar, depois Bagetti, Lula, novamente Bagetti...

Fechei a meia maratona em 1:44. Tudo dentro das expectativas.
Agora seria torcer pra o "bucho" não dar alterações intestinais e não "andar"...
Passei o km 25 em 2:06. 

Caí um pouco o pace do 30 ao 38, recuperei no final e cheguei com oficiais 03:42:07. Foram apenas 3 segundos de diferença do meu GPS. 

O interessante foi ver que bateu os 42,195 metros.


A minha expressão de "dor" mostra a luta pra chegar nesse tempo.
Obrigado a Alemão por ter enviado essas fotos. Adorei
Eles estão muuuuito tranquilos kkk
Eu morrendo




Depois a comemoração rápida, pois meu voo saía às 15:30.



 Pra finalizar que ninguém é de ferro, 2 chopões com o meu irmão de corridas Tinil. Ele é de Goiânia, viciado em maratonas, torce pelo Vila Nova (alvirrubro), gosta de um chopinho. Tem tudo a ver comigo.

Ah, esse cara é de ferro sim. Corre sem relógio, sem se preocupar com tempo. Curte cada corrida e faz uma homenagem linda a sua mãe que está enferma. Ainda assim fez 03:08. Pode???


A minha meta está cada dia mais próxima.
Agora já são 64 maratonas e 07 Ultra maratonas.
Minhas Corridas

Rumo a maratona 100 no Rio em 2018!!! 

3 comentários:

  1. Você tem razão Maratonista: o tal do "feicibuk" faz a gente esquecer um pouco os blogs.
    Ainda bem que você assumiu o compromisso de postar as estórias de todas as próximas Maratonas. Sempre "causos" bem contados e falam de fatos que afetam todos nós corredores.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Julião você é osso duro cabra bão !!! Que bom que melhorou os tempos , achei que estava encolhendo... Ta chegando os Cemzão !!!!

    ResponderExcluir
  3. Foi realmente uma ótima prova como sempre Porto Alegre. A invasão da ACORJA tava bonito de se ver. Parabéns pelo resultado.

    ResponderExcluir